Norway pharmacy online: Kjøp av viagra uten resept i Norge på nett.

Jeg har selv prøvd dette kamagra Det er billig og fungerer egentlig, jeg likte det) kjøp viagra Ikke prøvd, men du kan eksperimentere med... Hvordan føler du deg, følsomhet etter konsumere piller?.

Microsoft word - documento

Recomendações sobre drogas da 8ª lista de medicamentos da OMS
Introdução
Como usar a lista
Como as drogas são classificadas em relação à amamentação
Considerações adicionais e referências
VEJA UM RESUMO dos medicamentos

Lista de Drogas
Anestésicos
Analgésicos, Antipiréticos, Anti-inflamatórios não esteróides, e drogas para
tratar de gota

Antialérgicos e drogas usadas para anafilaxia
Antídotos e outras substâncias em envenenamentos

Antiepilépticos
Drogas anti-infecciosas

6.1.1 Anti-helmínticos intestinais 6.1.2 Anti-filaríase 6.1.3 Anti-esquistossomose 6.4.1 Drogas antiamebianas e anti-giardíase 6.4.2 Drogas anti-leishimaniose 6.4.3 Drogas anti-malária 6.4.4 Drogas anti-trypanossoma Drogas contra enxaqueca
Drogas anti-neoplásticas e imunossupressores usados em cuidado paliativo

Drogas Antiparkinson
Drogas que afetam o sangue

Produtos do sangue e substitutos do plasma
11.2 Frações plasmáticas para usos específicos Drogas Cardiovasculares
12.5 Drogas usadas em choque cárdio-vascular Drogas dermatológicas (tópicas)
13.3 Drogas anti-inflamatórias e anti-pruriginosas 13.5 Agentes ceratoplásticos e ceratolíticos 13.7 Agentes bloqueadores ultra-violetas Agentes de diagnóstico
Desinfetantes e antissépticos
Diuréticos
Drogas gastrointestinais

17.1 Antiácidos e outras drogas antiulcerosas 17.7 Drogas usadas em casos de diarréia Hormônios, outras drogas endócrinas e contraceptivos
18.1 Hormônios adrenais e substitutos sintéticos 18.3.1 Contraceptivos hormonais 18.3.2 Dispositivos intra-uterinos 18.3.3 Métodos de barreira 18.5 Insulina e outros agentes antidiabéticos 18.8 Hormônios tireoideanos e drogas antitireoideanas Imunológicos
19.3.1 Para imunização universal 19.3.2 Para grupos específicos de indivíduos Relaxantes musculares (atuam perifericamente) e inibidores da colinesterase
Preparações oftalmológicas

Ocitócicos e anti-ocitócicos
Solução para diálise peritoneal
Drogas psicoterapêuticas

24.1 Drogas usadas em distúrbios psicóticos 24.2 Drogas usadas em distúrbios humorais 24.3 Drogas usadas em distúrbios da ansiedade generalizados e para a sedação Drogas usadas em distúrbios obsessivo - compulsivos e para Síndrome de pânico Drogas que atuam no trato respiratório
Soluções para a correção de distúrbios hidro-eletrolíticos e ácido-básicos
Vitaminas e minerais
Introdução
Como um trabalhador de saúde você precisa decidir se uma mãe que está amamentando e necessita prescrição pode tomar a medicação necessária e continuar amamentando. Há muito poucos tipos de tratamento durante os quais a amamentação é absolutamente contra-indicada. Entretanto, há algumas drogas que uma mãe precisa tomar e que algumas vezes causam efeitos colaterais no bebê. Você precisa saber quais são estas drogas ou medicamentos. O quadro resumo "Amamentação e Medicação Materna" proporciona um guia preliminar. Este livro lhe dá informações mais detalhadas sobre drogas específicas da oitava Lista Básica de Medicamentos. Como usar a lista
As drogas ou medicamentos estão listadas em grupos conforme são usadas e os grupos estão em ordem alfabética, da mesma forma que na oitava lista Básica de Medicamento. Para encontrar um medicamento em particular, primeiro olhe no índice e encontre os números das seções na qual a droga é listada. Algumas drogas aparecem em várias seções sob cabeçalhos apropriado (por exemplo, atropina é mencionada como uma solução sob 21.5 midriáticos e é uma injeção sob 1.3 medicação pré-operatória). Leia o texto relacionado à amamentação e compare a droga com outras listadas sob o mesmo cabeçalho. Decida se a droga que você selecionou é a melhor escolha. Por exemplo, se você quer dar indometacina para dor, você pode encontrar sob 2.1 não opiáceos que ibuprofen é uma melhor escolha para uma mãe que amamenta. Como as drogas são classificadas em relação à amamentação
As seguintes classificações são usadas na lista:
1. Compatíveis com a amamentação
Drogas são classificadas desta forma se não há nenhuma contra-indicação conhecida ou teórica para o seu uso, e é considerada segura para a mãe tomá-la e 2. Compatível com amamentação.
Monitore o bebê para efeitos colaterais. Drogas são classificadas desta maneira se elas teoricamente podem causar efeitos colaterais no bebê, mas isto não tem se observado na prática, ou, se algum efeito colateral ocorre é muito discreto. Informe à mãe sobre qualquer possível efeito colateral, assegure-lhe de que eles são raros, e peça-lhe para voltar se eles ocorrerem ou se ela estiver preocupada. Se efeitos colaterais ocorrem, páre de dar a droga à mãe, e se necessário, encontre uma alternativa. Se a mãe não pode parar de tomar a droga, ela pode precisar parar a amamentação e alimentar o seu bebê artificialmente até completar o tratamento. Ajude-a a ordenhar o leite para manter a produção para que possa voltar a amamentar depois que parar o medicamento. 3. Evite se possível.
Monitore o bebê para efeitos colaterais. Drogas são classificadas assim se causam efeitos colaterais reconhecidos, especialmente se estes efeitos são sérios. Use estas drogas apenas quando forem realmente essenciais para o tratamento da mãe e quando não há uma alternativa mais segura disponível. A mãe pode continuar a amamentar mas dê a ela instruções claras sobre como observar o bebê e marque visitas de acompanhamento freqüentes. Se efeitos colaterais ocorrem, pare a droga. Se não for possível parar, pare a amamentação e alimente artificialmente até o término do tratamento. Ajude a mãe a ordenhar seu leite para manter a produção para que possa voltar a amamentar depois que parar o medicamento. 4. Evite, se possível.
Podem inibir a lactação. Medicamentos classificados neste item podem reduzir o volume de leite, se possível, devem ser evitados. Entretanto, se a mãe tem que tomar um desses medicamentos por um período curto, ela não precisa dar leite artificial ao bebê. Ela pode contrapor a possível diminuição da produção de leite insistindo com o bebê para sugar com maior freqüência . Drogas são classificadas desta forma se podem ter efeitos colaterais sobre o bebê. Elas não devem ser dadas a mães que amamentam. Se são essenciais para tratar a mãe, ela deve parar a amamentação até que o tratamento esteja completo. Se o tratamento for prolongado, ela pode ter que parar definitivamente a amamentação. Existem muito poucas drogas nesta categoria, além dos anticancerígenos e das Considerações adicionais
A segurança de alguns medicamentos ou drogas também depende da idade da criança. Bebês prematuros e de menos de 1 mês tem uma capacidade diferente de absorver e excretar medicamentos, comparado a bebês maiores. Assim, uma maior precaução é necessária para esses bebês. Para alguns medicamentos, informações específicas estão disponíveis com relação à idade e estas estarão nas lista. Você pode precisar dar à uma mãe que amamenta alguma droga que não está incluída nesta lista. A menos que a droga caia em uma categoria com contra-indicações claras (por exemplo drogas citostáticas), aconselhe a mãe a continuar amamentando e peça-lhe para voltar se notar qualquer coisa de anormal sobre o bebê. Amamentação é contra- indicada:
No caso de uso de drogas anticâncer (antimetabólicos) Substâncias radioativas Continue a amamentação:
Drogas psiquiátricas e
Efeitos colaterais possíveis
anticonvulsivas
Monitorize sonolência no bebê
Cloranfenicol, tetraciclinas,
Use drogas alternativas, se possível
metronizadol, quinolona,
antibióticos (ex. Ciprofloxacina)

Sulfomidas, dapsone,
Observe o bebê quanto à icterícia sulfametoxazole + trimetropim
(cotrimoxazole),

sulfadoxina + oirimetaprina
(fansidar)

Use drogas alternativas (podem inibir a produção de leite): - Estrógenos, incluindo contraceptivos que contém estrógenos. Diuréticos tiazídicos, ergometrina. Seguros na dosagem usual. Monitorize o bebê: - A maioria das drogas comumente usadas: analgésicos e antipiréticos: tratamentos curtos com paracetamol, ácido acetil salicílico, ibuprofen; doses ocasionais de morfina e petidina; antibióticos: ampicilina, amoxacilina, cloxacilina e outras penicilinas, eritromicina; anti-tuberculoses e anti-lepróticos (veja dapsona acima), anti-malários (exceto mefloquine, Fansidar), antihelmínticos, anti-fúngicos; broncodilatadores (por exemplo: salbutamol), corticosteróides, anti-histamínicos, anti-ácidos, drogas para diabetes, a maioria dos antihipertensivos, digoxina, suplementos nutricionais de lodo, ferro, vitaminas. Referências Eighth Model List of Essential Drugs em The Use of Essential Drugs, WHO (Technical Report Series nº 850), 1995. Bennett PN, Matheson I, Dukes NMG et al, eds. Drugs and human lactation, 1988, Elsevier Science Publishers B.V., P.O. Box 1527, Amsterdam, The Netherlands. Briggs, General G., Freeman, Roger K. And Yaffe, Summer J. Drugs in pregnancy and lactation, Third edition, 1990, Williams and Wilkins, 428 East Preston Street, Baltimore, Maryland, MD 21202, USA. American Academy of Pediatrics, Committee on Drugs, Transfer of drugs and other chemicals in human milk, Pediatrics 93; 137-150, 1994. British Medical Association, Royal Pharmaceutical Society of Great Britain, British Medical Formulary, nº 29, março 1995. Breastfeeding couselling: A training course. Organização Mundial de Saúde (WHO/CDR/93.3-6), 1993. Considerações adicionais
A segurança de alguns medicamentos ou drogas também depende da idade da criança. Bebês prematuros e de menos de 1 mês tem uma capacidade diferente de absorver e excretar medicamentos, comparado a bebês maiores. Assim, uma maior precaução é necessária para esses bebês. Para alguns medicamentos, informações específicas estão disponíveis com relação à idade e estas estarão nas lista. Você pode precisar dar à uma mãe que amamenta alguma droga que não está incluída nesta lista. A menos que a droga caia em uma categoria com contra-indicações claras (por exemplo drogas citostáticas), aconselhe a mãe a continuar amamentando e peça-lhe para voltar se notar qualquer coisa de anormal sobre o bebê. Amamentação é contra- indicada:
No caso de uso de drogas
anticâncer
(antimetabólicos)
Substâncias radioativas
(pare a amamentação
temporariamente)

Continue a amamentação:
Drogas psiquiátricas e anticonvulsivas
Efeitos colaterais possíveis
Monitorize sonolência no
bebê

Cloranfenicol, tetraciclinas, metronizadol,
Use drogas alternativas, se
quinolona, antibióticos (ex. Ciprofloxacina)
possível
Sulfomidas, dapsone,
Observe o bebê quanto à
sulfametoxazole + trimetropim
icterícia
(cotrimoxazole),
sulfadoxina + oirimetaprina (fansidar)
Estrógenos, incluindo contraceptivos que
Use drogas alternativas
contém estrógenos.
(podem inibir a produção de
Diuréticos tiazídicos, ergometrina.
leite)
A maioria das drogas comumente usadas:
Seguros na dosagem usual.
analgésicos e antipiréticos: tratamentos
Monitorize o bebê
curtos com paracetamol, ácido acetil
salicílico, ibuprofen; doses ocasionais de
morfina e petidina; antibióticos: ampicilina,
amoxacilina, cloxacilina e outras
penicilinas, eritromicina; anti- tuberculoses
e anti- lepróticos (veja dapsona acima),
anti- malários (exceto mefloquine,
Fansidar), antihelmínticos, anti- fúngicos;
broncodilatadores (por exemplo:
salbutamol), corticosteróides, anti-
histamínicos, anti- ácidos, drogas para
diabetes, a maioria dos antihipertensivos,
digoxina, suplementos nutricionais de lodo,
ferro, vitaminas

(Adaptado de Aconselhamento em Amamentação: Um Curso de Treinamento", OMS/CDR/93.3-6) Referências
Eighth Model List of Essential Drugs em The Use of Essential Drugs, WHO (Technical Report Series nº 850), 1995. Bennett PN, Matheson I, Dukes NMG et al, eds. Drugs and human lactation, 1988, Elsevier Science Publishers B.V., P.O. Box 1527, Amsterdam, The Netherlands. Briggs, General G., Freeman, Roger K. And Yaffe, Summer J. Drugs in pregnancy and lactation, Third edition, 1990, Williams and Wilkins, 428 East Preston Street, American Academy of Pediatrics, Committee on Drugs, Transfer of drugs and other chemicals in human milk, Pediatrics 93; 137-150, 1994. British Medical Association, Royal Pharmaceutical Society of Great Britain, British Breastfeeding couselling: A training course. Organização Mundial de Saúde (WHO/CDR/93.3-6), 1993. Analgésicos, antipiréticos, anti- inflamatórios não esteróides, e drogas para
tratar gota

Não opiáceos
Informação geral - Ibuprofen e paracetamol têm a melhor documentação quanto
a segurança durante a amamentação
ácido acetil salicílico - compatível com a amamentação em doses ocasionais.
Evite terapia de longa duração, se possível. Monitore o bebê para efeitos colaterais (anemia hemolítica, sangramento prolongado e acidose metabólica) alopurinol - não existem dados disponíveis
colchicin - evite se possível
ibuprofen - compatível com a amamentação
paracetamol - compatível com a amamentação
Opiáceos
Informação geral - Doses isoladas da maioria dos opiáceos são excretadas
apenas em pequenas quantidades no leite materno. Doses repetidas podem
resultar em acumulação no bebê. Evite doses repetidas, especialmente se o bebê é prematuro ou tem menos de 4 semanas de vida. Evite drogas desta categoria em crianças que tiveram um episódio de apnéia, bradicardia ou cianose. Se dadas durante o parto, o bebê pode estar sonolento ao nascer, o que pode interferir com o início da amamentação. codeína - compatível com a amamentação em doses ocasionais Evite doses
repetidas, se possível. Monitore o bebê para efeitos colaterais (apnéia, bradicardia
e cianose).
morfina - compatível com a amamentação em doses ocasionais Evite doses
repetidas, se possível. Monitore o bebê para efeitos colaterais (apnéia, bradicardia
e cianose).
petidina - compatível com a amamentação em doses ocasionais Evite doses
repetidas, se possível. Monitore o bebê para efeitos colaterias (apnéia, bradicardia
e cianose). Efeitos colaterais mais frequentes do que com morfina
Analgésicos, antipiréticos, anti- inflamatórios não esteróides, e drogas para
tratar gota

Não opiáceos
Informação geral - Ibuprofen e paracetamol têm a melhor documentação quanto
ácido acetil salicílico - compatível com a amamentação em doses ocasionais.
Evite terapia de longa duração, se possível. Monitore o bebê para efeitos colaterais
(anemia hemolítica, sangramento prolongado e acidose metabólica) alopurinol - não existem dados disponíveis
colchicin - evite se possível
ibuprofen - compatível com a amamentação
paracetamol - compatível com a amamentação
Opiáceos
Informação geral - Doses isoladas da maioria dos opiáceos são excretadas
apenas em pequenas quantidades no leite materno. Doses repetidas podem resultar em acumulação no bebê. Evite doses repetidas, especialmente se o bebê é prematuro ou tem menos de 4 semanas de vida. Evite drogas desta categoria em crianças que tiveram um episódio de apnéia, bradicardia ou cianose. Se dadas durante o parto, o bebê pode estar sonolento ao nascer, o que pode interferir com codeína - compatível com a amamentação em doses ocasionais Evite doses
repetidas, se possível. Monitore o bebê para efeitos colaterais (apnéia, bradicardia e cianose). morfina - compatível com a amamentação em doses ocasionais Evite doses
repetidas, se possível. Monitore o bebê para efeitos colaterais (apnéia, bradicardia e cianose). petidina - compatível com a amamentação em doses ocasionais Evite doses
repetidas, se possível. Monitore o bebê para efeitos colaterias (apnéia, bradicardia e cianose). Efeitos colaterais mais frequentes do que com morfina. Antialérgicos e drogas usada para anafilaxia
clorfenamina - Evite se possível. Monitore o bebê para efeitos colaterais
(sonolência e irritabilidade). Pode inibir a lactação.
dexametasona - compatível com a amamentação em dose única Não há dados
disponíveis.
epinefrina - Não há dados disponíveis
hidrocortisona - compatível com a amamentação em dose única Não há dados
prednisolona - compatível com a amamentação.
Antídotos e outras substâncias usadas em envenenamentos
carvão ativado - compatível com a amamentação
ipecacuanha - compatível com a amamentação
Específicos
atropina - compatível com a amamentação. Monitore o bebê para efeitos colaterais
(ressecamento de mucosas, elevação de temperatura, e distúrbios do SNC). deferoxamina - Não há dados disponíveis
dimercaprol - Evite se possível especialmente em bebês prematuros ou menores
de 1 mês. Evite em bebês com deficiência da G6PD. Monitore o bebê para efeitos
metionina - Não há dados disponíveis.
cloreto de metiltioninium (azul de metileno) - Evite se possível especialmente
em bebês prematuros ou menores de 1 mês. Monitore o bebê para efeitos colaterais (hemólise e icterícia). naloxane - Não há dados disponíveis.
penicilamina - Não há dados disponíveis.
potássio férrico hexacianoferrato (II) 2h2O (azul da Prússia) - Não há dados
cálcio edetato de sódio - Não há dados disponíveis.
nitrato de sódio - Não há dados disponíveis.
tiosulfato de sódio - Não há dados disponívei
Antiepilépticos
Informação Geral
Bebês amamentados de mães que estão tomando anticonsulsivantes algumas vezes desenvolvem sonolência. Para mães que necessitam de anticonvulsivantes frequentemente há pouca alternativa. É essencial que elas tomem sua medicação, e pode ser perigoso mudar de medicamentos anti-epiléticos de repente. A amamentação é geralmente possível, mas o bebê deve ser monitorado. Ajuda, se a dose terapêutica for mantida tão baixa quanto possível dentro da faixa de ação terapêutica. carbamazina - compatível com amamentação. Monitore o bebê para efeitos
colaterais (icterícia, sonolência, sucção fraca ou vômitos, ganho ponderal insuficiente). diazepam - compatível com amamentação em dose única. Evite dar doses
repetidas, se possível. Monitore o bebê para sonolência. etoxuximida - Evite se possível. Moitore o bebê para efeitos colaterais
(sonolência, sucção fraca, ganho ponderal insuficiente).
fenobarbital - compatível com amamentação. Monitore o bebê para efeitos
colaterais (sonolência, sucção fraca, ganho ponderal insuficiente). fenitoina - compatível com a amamentação. Monitore o bebê para efeitos
colaterais (cianose e metahemoglo-binemia).
ácido valproico - compatível com amamentação. Monitore o bebê para efeitos
Drogas Anti- infecciosas
Anti- helmínticos
Anti- helmínticos intestinal
Informação geral: Há dados limitados sobre o uso das drogas nesta categoria.
Entretanto, elas atuam principalmente no sistema intestinal da mãe e pouco é obsorvido no sistema geral. Elas podem ser consideradas compatíveis com albendazole - compatível com amamentação
levamisole - compatível com amamentação
mebendazole - compatível com amamentação
niclosamida - compatível com amamentação
piperazina - compatível com amamentação
praziquantel - compatível com amamentação
pyrantel - compatível com amamentação
Anti- filaríase
dietilcarbamazina - Não dados disponíveis
ivermectina - Não dados disponíveis
suramin sodium - Não dados disponíveis
Anti- esquistossomose
metrifonate - compatível com amamentação
oxamniquine - compatível com amamentação
praziquantel - compatível com amamentação
Antibacterianos
Informação geral: Se a droga é excretada no leite materno, há possibilidade de
alterar a flora intestinal do bebê. Monitore o bebê para distúrbios gastro-intestinais,
por exemplo, monília (sapinho) e diarréia. Se elas ocorrerem, páre a droga e
escolha uma outra alternativa, se necessário. Continue a amamentar.
Penicilinas
Informação geral: Geralmente é seguro amamentar. Teoricamente, penicilinas
podem causar reação alérgica no bebê. Se o bebê desenvolve rash, pode ser sinal
de alergia. Pare a droga e escolha uma alternativa se necessário. Continue a amamentar. Avise a mãe que o bebê não deve receber a mesma droga no futuro. amoxicilina - compatível com amamentação
ampicilina - compatível com amamentação
benzilpenicilina benzatina - compatível com amamentação
benzilpenicilina - compatível com amamentação
cloxacilina - compatível com amamentação
fenoximetilpenicilina - compatível com amamentação
piperacilina - compatível com amamentação
benzilpenicilina - compatível com amamentação
Outros antibacterianos
ácido nalidíxico - Evite se possível, especialmente se o bebê é prematuro ou tem
menos de 1 mês. Monitore o bebê para efeitos colaterais (hemólise e icterícia).
ciprofloxacin - Evite se possível, até que se tenha mais dados disponíveis.
clindamicina - Evite se possível. Monitore o bebê para diarréia ou fezes
cloranfenicol - Evite se possível, especialmente se o bebê tem menos de um mês
de idade. Monitore para efeitos colaterais (hemólise e icterícia). Teoricamente há
risco de depressão de medula óssea mas nunca foi relatado. doxiciclina - Evite se possível. Possibilidade de manchar os dentes do bebê. Em
dose única provavelmente é seguro.
eritromicina - Compatível com amamentação
espectinomicina - Não há dados disponíveis
genetamicina - Compatível com amamentação. Monitore o bebê para monília e
diarréia.
metronidazol - Evite se possível. Se dado em uma dose única de 2 gramas,
interrompa a amamentação pôr 12 horas. Ajude a mãe a ordenhar seu leite com antecedência, e estocar em refrigerador para alimentar o bebê de copinho neste intervalo. Dados em animais sugerem que podem ser carcinigênico. nitrofurantoína - Compatível com amamentação de bebês mais velhos, sadios, de
termo. Evite se possível, quando o bebê é prematuro ou menor de 1 mês. Evite se
bebê tem deficiência de G6PD. Monitore para efeitos colaterais (icterícia e hemólise). sulfadamidina - Compatível com amamentação de bebês mais velhos, sadios, de
termo. Evite se possível, quando o bebê é prematuro ou de menos que um mês de vida. Mointore o bebê para efeitos colaterais (icterícia e hemólise). Evite, se o bebê tem deficiência de G6PD. sulfametoxazol + trimetroprin (cotrimoxazol) - Compatível com amamentação
de bebês mais velhos, sadios, de termo. Evite se possível, quando o bebê é
prematuro ou de menos que um mês de vida. Monitore o bebê para efeitos
colaterais (icterícia e hemólise). Evite, se o bebê tem deficiência de G6PD. tetraciclina - Evite, se possível. Há possibilidade de manchar os dentes do bebê.
Entretanto, um tratamento de curta duração de 3 dias é provavelmente seguro.
trimetropin - Compatível com amamentação.
Drogas anti- lepra
clofazimina - Pode causar descoloração da pele, que é reversível.
dapsone - Compatível com a amamentação. Monitore o bebê para efeitos
colaterais (hemólise e icterícia), especialmente se é prematuro ou tem menos que 1 mês de vida. Evite, se o bebê tem deficiência de G6PD. rifampicina - Compatível com a amamentação.
Drogas anti- tuberculose
Informação geral: Se o bebê desenvolve significante icterícia, páre ou mude a
droga se possível. Se isto não for possível, pode ser necessário alimentar o bebê
estambutol - Compatível com amamentação. Monitore o bebê para icterícia.
isoniazida - Compatível com amamentação. Monitore o bebê para icterícia.
pirazinamida - Compatível com amamentação. Monitore o bebê para icterícia.
rifampicina - Compatível com amamentação. Monitore o bebê para icterícia.
rifampicina + isoniazida - Compatível com amamentação. Monitore o bebê para
estreptomicina - Compatível com amamentação. Monitore o bebê para monília e
diarréia.
tioacetona + isoniazida - Compatível com amamentação. Monitore o bebê para
icterícia e rashe cutâneo generalizado.
Drogas anti- fúngicas
qnfotericina B - Não há dados disponíveis
griseofulvina - Não há dados disponíveis
ketoconazzole - Não há dados disponíveis
nistatina - Compatível com amamentação
flucitosina - Não há dados disponíveis
Drogas contra protozoários
Drogas antiamebianas e anti- giardíase
diloxanida - Não há dados disponíveis.
metronidazol - Evite se possível. Dados em animais sugerem que pode ser
carcinogênicos. Se dado em uma dose única de 2 gramas, interrompa a amamentação pôr 12 horas. Ajude a mãe a ordenhar seu leite com antecedência e estocar em refrigerador para alimentar o bebê de copinho neste intervalo. cloroquinha - Compatível com a amamentação. Monitore o bebê para efeitos
colaterais (hemólise e icterícia), especialmente se o bebê é prematuro ou tem
menos que 1 mês de idade. Evite em bebês com deficiência de G6PD. Drogas anti- leishimaniose
antimoniato de meglumina - Compatível com amamentação.
entamidina - Compatível com amamentação.
Drogas anti- malária
cloroquina - Compatível com a amamentação. Monitore o bebê para efeitos
colaterais (hemólise e icterícia), especialmente se o bebê é prematuro ou tem
menos de 1 mês de idade. Evite em bebês com deficiência de G6PD. primaquinna - Compatível com amamentação. Monitore o bebê para hemólise e
icterícia, especialmente se o bebê é prematuro ou tem menos de 1 mês de idade.
Evite em bebês com deficiência de G6PD. quinina - Compatível com a amamentação. Monitore o bebê para hemólise e
icterícia, especialmente se o bebê é prematuro ou tem menos de 1 mês de idade.
Evite em bebês com deficiência de G6PD. mefloquine - Evite se possível, até que mais dados estejam disponíveis.
sulfadoxina + pirimetamina (Fansidar) - Compatível com amamentação para
bebês mais velhos, saudáveis, de termo. Evite, se possível, especialmente se o
bebê é pematuro ou tem menos de 1 mês de idade. Monitore para efeitos colaterais (hemólise e icterícia). Evite em bebês com deficiência de G6PD. tetraciclina - Evite se possível. Entretanto, um tratamento curto de 3 dias é
proguanil - Não há dados disponíveis.
Drogas anti- trypanossoma
melarsoprol - Não há dados disponíveis
pentamidina - Não há dados disponíveis
suramin sódio - Não há dados disponíveis
eflornitina - Não há dados disponíveis
benznidazole - Não há dados disponíveis
nifurtimox - Não há dados disponíveis
Repelente contra insetos
Dietiltoluamida - Compatível com amamentação. Evite contato direto da criança
com o repelente.
Drogas Contra Enxaqueca
ácido acetil salicílico - Compatível com amamentação em doses ocasionais. Evite
terapia de longa duração, se possível. Monitore o bebê para efeitos colaterais (anemia hmolítica), tempo de sangramento prolongado e acidose metabólica. ergotamina - Evite, se possível. Monitore para efeitos colaterais (ergotismo).
paracetamol- Compatível com amamentação.
propanolol - Compatível com amamentação. Mointore o bebê para efeitos
colaterais (bradicardia, hipoglicemia e cianose). Drogas anti- neoplástica e imunossupressores usados em cuidado paliativo
Drogas imunossupressoras
Informação geral: A amamentação é contra-indicada quando uma mãe tem que
tomar uma droga que pertence a esta categoria. Azotioprina - Evite a amamentação. Ciclosporin - Evite a amamentação. Drogas citotóxicas
Informação geral: A amamentação é contra-indicada quando a mãe tem que
tomar drogas que pertencem a esta categoria. Asparaginose - Evite a amamentação.
Bleomicina - Evite a amamentação.
Cisplatin - Evite a amamentação.
Coclofosfamida - Evite a amamentação.
Citarabina - Evite a amamentação.
Clometina (mustine) - Evite a amamentação.
Dacarbazine - Evite a amamentação.
Dactinomicina - Evite a amamentação.
Doxorubicin - Evite a amamentação.
Etoposide - Evite a amamentação.
Fluorouracil - Evite a amamentação.
Levamisole - Evite a amamentação.
Mercaptopurina - Evite a amamentação.
Methotrexate - Evite a amamentação.
Procarbazina - Evite a amamentação.
Vinblastina - Evite a amamentação.
Vincristina - Evite a amamentação.
Folinato de cálcio - Evite a amamentação.
Hormônios e anti- hormônios
Prednisolona - Compatível a amamentação
Tamoxifen - Evite.
Drogas Antiparkinson
biperiden - Não há dados disponíveis.
levodopa + carbidopa - Não há dados disponíveis. levopoda pode inibir a
Drogas que afetam o sangue
Drogas anti- anêmicas
Sal ferroso - Compatível a amamentação
Sal ferroso + ácido fólico - Compatível a amamentação
Ácido fólico - Compatível a amamentação
Hidroxicobalamina - Compatível a amamentação
Ferro dextrano - Compatível a amamentação
Drogas que afetam a coagulação
Desmopressina - Compatível a amamentação
Heparina - Compatível a amamentação
Fitomenadiona - Compatível a amamentação
Sulfato de protamina - Compatível a amamentação
Varfarin - Compatível a amamentação
Produtos do sangue e substitutos do plasma
Substitutos do plasma
Dextran 70 - Compatível a amamentação
Poligeline - Compatível a amamentação
Frações plasmáticas para usos específicos
Albumina humana - Compatível a amamentação
Concentrado de fator VIII - Compatível a amamentação
Concentrado de complexo de fator IX - Compatível a amamentação
Drogas cardiovasculares
Drogas anti- angina
trinitrato de glicerina - Não há dados disponíveis.
isorbide dinitrato - Não há dados disponíveis.
verapanil - Compatível a amamentação.
propanolol - Compatível a amamentação. Monitore o bebê para efeito colaterais
atenolol - Evite se possível, especialmente se o bebê é prematuro ou tem menos
de 1 mês de vida. Monitore o bebê para efeitos colaterais (bradicardia, hipotensão e cianose). Drogas anti- disrítmicas
lidocaina - Compatível a amamentação.
propanolol - Compatível a amamentação. Monitore o bebê para efeitos colaterais
verapamil - Compatível a amamentação.
atenolol - Evite se possível, especialmente se o bebê é prematuro ou tem menos
de 1 mês de vida. Monitore o bebê para efeitos colaterais (bradicardia, hipotensão e cianose). procainamida - Compatível a amamentação. Entretanto, os dados sobre efeito de
quinidina - Compatível a amamentação.
isoprenalina - Não há dados compatíveis.
Drogas anti- hipertensivas
hidralazina - Compatível a amamentação. Entretanto, os dados sobre efeito de
uso prolongado são insuficientes.
hidroclorotiazida - Compatível a amamentação.
nifedipina - Compatível a amamentação. Entretanto, os dados sobre efeito de uso
prolongado são insuficientes.
propanolol - Compatível a amamentação. Moitore o bebê para efeitos colaterais
atenolol - Evite se possível, especialmente se o bebê é prematuro ou tem menos
de 1 mês de vida. Moitore o bebê para efeitos colaterais (bradicardia, hipotensão e
captopril - Compatível a amamentação.
metildopa - Compatível a amamentação
reserpina - Evite.
sódio nitroprusside - Não há dados disponíveis.
Glicosídeos cardíacos
digoxina - Compatível a amamentação.
digitoxina - Compatível a amamentação.
Drogas usadas em choque cardio- vascular
dopamina - Não há dados disponíveis.
Drogas antri- trombóticas
ácido acetil salicílico - Compatível a amamentação em pequenas doses usadas
para prevenir trombose. Evite administração repetida em doses normais se possível. Monitore o bebê para efeitos colaterais (hemólise, tempo de sangramento estreptoquinase - Não há dados disponíveis.
Drogas dermatológicas (Tópicas)
Informação geral: preparações tópicas geralmente não são associadas em
quantidade significativa e podem ser usadas com segurança na amamentação. Drogas anti- fúngicas (uso tópico)
ácido benzoico + ácido salicílico - Compatível a amamentação.
miconazol - Compatível a amamentação.
Tiosulfato de sódio - Compatível a amamentação.
sulfito de selênio - Compatível a amamentação.
Drogas anti- infecciosas
cloreto de metilrosanilinium (violeta de genciana) - Compatível a
amamentação.
neomicina + bacitracina - Compatível a amamentação.
nitrato de sulfadiazina - Compatível a amamentação.
Drogas anti- inflamatórias e anti- pruginosas
betametasona - Compatível a amamentação.
loção de calamina - Compatível a amamentação.
hidrocortisona - Compatível a amamentação.
Drogas adstrigentes
diacetano de alumínio - Compatível a amamentação.
agentes ceratoplásticos e ceratolíticos
benzoil peróxido - Compatível com a amamentação.
carvão em pó (coaltar) - Compatível com a amamentação.
dithranol - Compatível com a amamentação.
fluorouracil - Evite.
resina de podofilina - Compatível com a amamentação.
resina de podofilina - Compatível com a amamentação.
ácido acetil salicílico - Compatível com a amamentação.
Escabicidas e pediculocidas
benzoato de benzila - Compatível com a amamentação.
permethrin - Compatível com a amamentação.
Agentes bloqueadores ultra- violetas
ácido p- aminobenzoico, fator de proteção solar 15 - Compatível com a
benzofenonas fator de proteção solar 15 - Compatível com a amamentação.
óxido de zinco - Compatível com a amamentação.
Agentes de diagnóstico
Drogas oftálmicas
fluoresceína - Evite se possível quando o bebê é prematuro ou tem menos de 1
mês de vida, especialmente se está recebendo fototerapia. tropicamide - Não há dados disponíveis.
Meios de contraste radiológico
amidotrizoato - Compatível com a amamentação.
sulfato de bário - Compatível com a amamentação.
ácido iopanoico - Compatível com a amamentação.
propyliodone - Não há efeitos colaterais relatados. Entretanto, drogas que contêm
iodo para administração sistêmica são causa de preocupação. meglumibe iotraxato - Compatível com a amamentação.
Desinfetantes e antissépticos
Antissépticos
clorexidina - Compatível com a amamentação.
peróxido de hidrogênio - Compatível com a amamentação.
iodo povidone - Evite se possível repetidas alpicações tópicas. Monitore o bebê
para efeitos colaterais (hipotireodismo). Nota: Substâncias para uso tópico que contém iodo devem ser usadas com cautela
durante a lactação, porque o iodo pode ser absorvido e concentrado no leite
materno e atingir níveis que são tóxicos para o bebê. Suprimentos nutricionais com iodo dados à mãe, no entanto, são seguros. Desinfetantes
hipoclorito de cálcio - Compatível com a amamentação.
glutaral - Compatível com a amamentação.
Diuréticos
Informação geral: Grandes doses de diuréticos tiazídicos de curta ação e doses
habituais de diuréticos de longa duração podem inibir a lactação e devem ser evitados, se possível. amilorida - Evite se possível. Pode inibier a lactação.
furosemida - Evite se possível. Pode inibir a lactação.
hidroclorotiazida - Evite se possível. Pode inibier a lactação.
manitol - Compatível com a amamentação.
espironolactona - Compatível com a amamentação.
Drogas gastrointestinais
Antiácidos e outras drogas antiulcerosas
hidróxido de alumínio - Compatível com a amamentação.
cimetidina - Evite se possível. Dados insuficientes sobre efeitos colaterais a longo
hidróxido de magnésio - Compatível com a amamentação.
Drogas anti- eméticas
metoclopramida - Evite se possível. Dados insuficientes sobre efeitos colaterais
por uso prolongado. (Possíveis defeitos no desenvolvimento natural de animais
recém-nascidos). Aumenta a produção de leite. prometazina - Compatível com a amamentação em dose única. Evite doses
repetidas, se possível. Moitore o bebê para sonolência.
Drogas anti- hemorroidas
anestésico local, drogas, adstringentes e anti- inflamatórias - Compatível
com a amamentação.
Drogas anti- inflamatórias
hidrocortisona - Compatível com a amamentação em dose única. Não há dados
sulfasalazina - Evite se possível, especialmente se o bebê é prematuro ou tem
menos de 1 mês. Evite em bebês com deficiência de G6PD. Monitore o bebê para
efeitos colaterais (diarréia sanguinolenta, hemólise e icterícia). Drogas anti- espasmódicas
atropina - Compatível com a amamentação. Monitore o bebê para efeitos
colaterais (ressecamento de mucosas, elevação de temperatura, e distúrbios do
Drogas catárticas
senna - Compatível com a amamentação. Entretanto é recomendável ser usada
apenas quando medidas dietéticas para tratar a constipação falharam. Drogas usadas em casos de diarréia
sais de reidratação oral - Compatível com a amamentação.
codeína - Compatível com a amamentação em doses ocasionais. Evite doses
repetidas se possível. Monitore o bebê para efeitos colaterais (apnéia, bradicardia e
Hormônios, outras drogas endócrinas e contraceptívos
Hormônios adrenais e substitutos sintéticos dexametasona - Compatível
com a amamentação em dose única. Não há dados disponíveis sobre uso prolongado. hidrocortisona - Compatível com a amamentação em dose única. Não há dados
prednisolona - Compatível com a amamentação. fludrocortisona - Não há dados
disponíveis.
Andrógenos testosterona - Evite.
Contraceptivos
Informação geral: A administração de contraceptivos hormonais (inclusive os de
progestágenos) não é recomendada durante as primeiras 6 semanas após o parto,
para evitar que o bebê seja exposto. Se um método contraceptivo é desejável, um
método não hormonal deve ser a primeira escolha. Contraceptivos hormonais etinilestradiol + levonorgestrel - Evite, se
possível. Pode inibir a lactação.
etinilestradiol + noretisterona - Evite, se possível. Pode inibir a lactação.
acetato de medroxiprogesterona de depósito - Compatível com a
amamentação a partir da 6ª semana após o parto.
noretisterona - Compatível com a amamentação a partir da 6ª semana após o
enantato de noretisterona - Compatível com a amamentação a partir da 6ª
semana após o parto.
Dispositivos intra- uterinos dispositivo contendo cobre - Compatível com a
Métodos de barreira condom com ou sem espermicida (nonoxinol) -
Compatível com a amamentação.
diafragmas com espermicida (nonoxinol) - Compatível com a amamentação.
Estrógenos etinilestradiol - Evite, se possível. Pode inibir a lactação.
Insulina e outros agentes antidiabéticos
Informação geral: Algumas mulheres requerem doses reduzidas de drogas nesta
categoria, enquanto amamentam.
injeção de insulina - Compatível com a amamentação. Dosagem pode precisar de
insulina de ação intermediária - Compatível com a amamentação. Dosagem
pode precisar de diminuição durante a lactação.
tolbutamida - Compatível com a amamentação. Monitore o bebê para efeitos
Indutores de ovulação clomifenos - Evite (improvável que seja necessário).
Progestágenos noretisterona - Compatível com a amamentação.
acetato de medroxiprogesterona - Compatível com a amamentação a partir da
6ª semana após o parto.
Hormônios tireoideanos e drogas antitireoideanas levotiroxina - Compatível
iodeto de potássio - Evite, se possível, monitore o bebê para efeitos colaterais
propiltiouracil - Compatível com a amamentação.
Imunológicos
Agentes diagnósticos
tuberculina, derivado purificado da proteína (PPD) - Compatível com a
amamentação.
Soro e imunoglobulinas
imunoglobulina anti- D (humana) - Compatível com a amamentação.
soro anti- escorpião - Não há dados disponíveis.
imunoglobulina anti- tetânica - Compatível com a amamentação.
soro antiveneno - Não há dados disponíveis.
diftérica - Compatível com a amamentação.
imunoglobulina humana, normal - Compatível com a amamentação.
imunoglobulina anti- rábica - Compatível com a amamentação.
Para imuniazação universal
vacina BCG (desidratado) - Compatível com a amamentação.
vacina diftérica, pertusis, tétano (DPT) - Compatível com a amamentação.
vacina diftérica- tetánica (dupla) - Compatível com a amamentação.
vacina contra sarampo, cachumba, rubéola - Compatível com a amamentação.
vacina contra sarampo - Compatível com a amamentação.
vacina contra poliomielite (inativada) - Compatível com a amamentação.
anti- tetânica - Compatível com a amamentação.
vacina de hepatite B - Compatível com a amamentação.
Para grupos específicos de indivíduos
vacina de influenza - Compatível com a amamentação.
vacina anti- meningocócica - Compatível com a amamentação.
vacina contra raiva - Compatível com a amamentação.
vacina contra rubéola - Compatível com a amamentação.
vacina contra febre tifóide - Compatível com a amamentação.
vacina contra febre amarela - Compatível com a amamentação.
Relaxamentos musculares (atuam perifericamente) e inibidores da
colinesterase

cloreto de alcurônio - Compatível com a amamentação.
neostigmina - Evite se possível em combinação com atropina. Teoricamente,
suxametonia - Compatível com a amamentação.
piridostigmine - Compatível com a amamentação.
brometo de vecuronio- Compatível com a amamentação.
Preparações oftalmológicas
Agentes anti- infecciosos
gentamicina - Compatível com a amamentação.
idoxiuridina - Compatível com a amamentação.
nitrato de prata - Compatível com a amamentação.
tetraciclina - Compatível com a amamentação.
Agentes anti- inflamatórios
prednisolona - Compatível com a amamentação.
Anestésicos locais
tetracaína - Compatível com a amamentação.
Mióticos e drogas anti- glaucoma
aetazolamida - Compatível com a amamentação.
pilocarpina - Compatível com a amamentação.
timolol - Compatível com a amamentação.
Midriáticos
atropina - Compatível com a amamentação.
epinefrina - Compatível com a amamentação
Ocitócitos e anti- ocitócitos
Ocitócitos
ergometrina - Compatível com a amamentação em dose única. Evite doses
repetidas se possível. Pode inibir a lactação.
ocitocina - Compatível com a amamentação. Durante uso a curto prazo. Evite uso
prolongado. Pode causar dependência fisiológica do reflexo de ocitocina da mãe. Anti- ocitócicos
salbutamol - Compatível com a amamentação.
Solução para diálise peritoneal
solução para diálise intraperitoneal de composição apropriada - Compatível
com a amamentação.
Drogas psicoterapêuticas
Drogas usadas em distúrbios psicóticos
clorpromazina - Evite se possível. Monitore o bebê para sonolência.
flufenazina - Evite se possível. Monitore o bebê para sonolência.
haloperidol - Evite se possível. Monitore o bebê para sonolência.
Drogas usadas em distúrbios humorais
amitriptilina - Compatível com a amamentação em doses de até 150mg/dia.
carbonato de lítio - Evite se possível. Monitore o bebê para efeitos colaterais
(inquietação e fraqueza). Monitore os níveis de lítio no sangue da mãe. Drogas usadas em distúrbios generalizados de ansiedade e para sedação
diazepam - Compatível com a amamentação em dose única. Evite doses repetidas
se possível. Monitore o beb6e para sonolência. Benzodiazepinas de curta ação são
Drogas usadas em distúrbios obssessivo - compulsivos e para síndrome de
pânico

clomipramina - Compatível com a amamentação.
Drogas que atuam no trato respiratório
Drogas anti- asmáticas
aminofilina - Compatível com a amamentação. Monitore o bebê para
irratibilidade.
beclometasona - Compatível com a amamentação.
epinefrina - Não há dados disponíveis.
salbutamol - Compatível com a amamentação.
ácido cromoglicólico - Compatível com a amamentação.
Antitussígenos
codeína - Compatível com a amamentação em dose única. Evite doses repetidas
se possível. Monitore o bebê para efeitos colaterais (apnéia, bradicardia ou cianose) Soluções para a correção de distúrbios hidro- eletrolíticos e ácidos- básicos
Hidratação oral
sais para reidratação oral - Compatível com a amamentação.
cloreto de potássio - Compatível com a amamentação.
Parenteral
glicose - Compatível com a amamentação.
glicose com cloreto de sódio - Compatível com a amamentação.
cloreto de potássio - Compatível com a amamentação.
cloreto de sódio - Compatível com a amamentação.
carbonato hidrogenado de sódio - Compatível com a amamentação.
solução composta de lactato de sódio - Compatível com a amamentação.
Miscelânea
água para injeção - Compatível com a amamentação.
Vitaminas e minerais
ergocalciferol - Compatível com a amamentação em doses usadas como
suplementos nutricionais. Se doses farmacológicas são necessárias, monitore os níveis de cálcio do bebê. iodo - Compatível com a amamentação em doses usadas como suplemento
nutricional e tratamento padrão para mães deficientes em iodo. Monitore o bebê para efeitos colaterais (hipotireoidismo). nicotinamida - Compatível com a amamentação.
piridoxina - Compatível com a amamentação.
retinol - Compatível com a amamentação.
riboflavina - Compatível com a amamentação.
fluoreto de sódio - Compatível com a amamentação em doses usadas como
suplementação nutricional. Longa duração e exposição excessiva podem causar
tiamina - Compatível com a amamentação.
ácido ascórbico - Compatível com a amamentação em doses usuais. Se doses
altas são usadas, monitore o bebê para efeitos colaterais (hemólise e icterícia),
gluconato de cálcio - Compatível com a amamentação

Source: http://www.ibfan.org.br/documentos/ibfan/amamentacao_med_materna.pdf

forms.co.ke

R………………………… Receiving Officer OMBI LA KUTAKA PASPOTI YA KENYA APPLICATION FOR A KENYA PASSPORT Signature.………………………. Stamp …………………………. Majina Kamili } Full Names Indexing Officer Tafadhali soma maagizo kwa makini kabla ya kujaza fomu Please read instructions carefully before completing the form Signa

Cv_feki

Department of Obstetrics and Gynecology Hôpital Cantonal Fribourgeois Case postale 1708 Fribourg Home: 4, route de Genolier 1266 Duillier Languages written and spoken: French, Italian, German, English, and Arabic Head of the Department of obstetrics and gynecology. Hopital cantonal fribourgeois. Switzerland. Director of the Stem Cell Research Laboratory. Geneva University Hospital. Switzerland

Copyright © 2010-2014 Drug Shortages pdf